Make your own free website on Tripod.com

O Betta

    São os machos dos bettas os responsáveis pelo apelido de "peixe-de-briga":  Na Tailândia e China, países de origem da espécie, ele é até hoje usado em apostas de brigas-de-peixe, valendo altas somas em dinheiro. Isto porque um macho não "suporta" e não permite que um outro penetre em seu território e, eriçando os opérculos e as nadadeiras, agride o intruso com fortes mordidas, travando um duro combate até que um deles morra.

   Por apresentarem este comportamento agressivo, os machos não podem ser colocados num mesmo aquário, pois lutarão até a morte. Caso você tenha 2  machos devem ser separados por um vidro, ficando cada um numa das metades do aquário e, para que não se vejam, coloque algumas plantas. No caso das fêmeas isso não é necessário, já que não tem um comportamento agressivo, podendo viver em grupos.

   Por ser uma espécie bastante resistente, o aquário dos bettas não necessitará de filtros de água, nem aeradores ou plantas. A temperatura deve oscilar entre 26 a 32ºC e o pH por volta de 6,9. Coloque a água só até metade do volume do recipiente e, como o peixe não é nada exigente, pode-se utilizar água de torneira desclorada, ou seja, "descansada" por 24 horas. Já a água de poço pode ser usada diretamente. No entanto, se o seu objetivo é deixar o betta bem à vontade mesmo, saiba que ele prefere um ambiente com água velha (levemente ácida ou neutra), iluminação suave, uma ligeira vegetação (plantas fixas e flutuantes) e, na falta de um "carpete aquático", ficará satisfeito com um solo macio feito com húmus.

   Devido ao seu comportamento natural de subir à superfície para complementar a respiração, os bettas podem viver em águas paradas e com os mais baixos teores de oxigênio. Isto é possível devido ao labirinto, uma região dorsal que possui câmaras branquiais muito pregueadas e cuja função é captar o oxigênio do ar, que é conseguido através de "abocanhadas" que o peixe dá na superfície. Esse é um hábito necessário, pois suas brânquias são pouco desenvolvidas.

   A grande maioria dos aquaristas é unânime em considerar o betta uma das espécies mais conhecidas em aquários. Só  perdendo em termos de popularidade para o peixe-japonês.