Make your own free website on Tripod.com

 

Como fazer infusórios

 

    São chamados de infusórios, muitos tipos de protozoários que se formam a partir de infusões de vegetais. São usados para a alimentação de alevinos e se alimentam das bactérias também produzidas pela infusão. Na infusão podemos usar muitos tipos de vegetais como cascas de batata, nabo, folhas de alface, almeirão, cascas de banana... A infusão é feita com a colocação de água fervente sobre a matéria vegetal após secá-las ao sol. O chá que bebemos também é uma infusão!

   Para criarmos infusórios, existem diversas receitas. Uma que funciona bem consiste em deixar no sol cascas destes vegetais, ou folhas de alface até ficarem secas. Alguns autores recomendam não usar alface, a infusão de folhas de alface produz uma cultura  que contém fungos e  parasitas. Depois colocamos as folhas em um vidro de conservas e despejamos um pouco de água fervente,  como se estivesse fazendo um chá e completamos com água fresca.    

   Este preparo deve ficar no escuro de 2 a 3 dias produzindo uma grande quantidade de bactérias, tornando a água turva e pronta para receber os microorganismos. Pegamos a água que fica no pratinho de um vaso de plantas sem adubos ou pesticidas, ou escorremos um pouco de água pela terra do vaso. Esta água certamente conterá grande quantidade de microorganismos, principalmente o  protozoário Paramecium, que é o desejado, então colocamos na infusão preparada. Depois todos os dias umas gotas de leite ou até lactobacilos vivos (yakult) que causará a multiplicação das bactérias, o alimento para os protozoários.

   Em uma semana se forma uma camada espessa próxima a superfície que contém milhões de minúsculos microorganismos. O ideal é preparar diversas infusões com intervalos de alguns dias, assim teremos o fornecimento garantido.  Alimentaremos os alevinos ovíparos a partir do terceiro ou  quaro dia após a eclosão, diversas vezes ao dia, com uma colherinha da infusão.